NOTÍCIAS


Camila Moura detalha o que fez para perdoar primeira traição de Lucas Buda

Camila Moura participou do Selfie Service, programa de Lucas Selfie no YouTube, e voltou a valar sobre o (oficialmente) ex-marido, Lucas Buda, que está no BBB 24. Ela detalhou como foi o processo de perdoar o brother após a primeira traição dele, revelada com exclusividade ao portal LeoDias.

“A gente fez o clássico do ‘chora, perdoa, faz terapia de casal’. Era uma coisa que eu tinha prometido para mim, que eu não ia aceitar de novo. O combinado era esse. Foi uma vez, vamos se tratar, se resolver… Fiz o que a Adeia Freitas fala: que nós mulheres não devíamos ser Ong de macho. Ela fala: ‘Não seja Ong de macho! Você não tem que curar macho nenhum, ser a reabilitação de macho’. Eu fui Ong de macho nesse primeiro momento e perdoei. Terapia, os traumas de infância…”, iniciou.

A ex de Lucas Buda revelou ainda que realmente acreditou na mudança de seu ex-marido, com quem estava há 15 anos, mas infelizmente descobriu, junto com o Brasil inteiro, que ele não mudou.

“Passou. E eu avisei: ‘mais uma, acabou’. Um dos combinados era que ele fizesse terapia de casal. Fizemos por alguns anos, e aí vida que segue… Quando ele falou que ia entrar no ‘Big brother’, eu falei para ele não me expor, mas não adiantou p$#@$ nenhuma. Eu realmente acreditei na mudança. Estou muito tranquila das escolhas que fiz. Eu apoiei, dei o voto de confiança. Se ele precisava do apoio para entrar, se precisava do voto de confiança de que ele mudou, eu dei”, externou.

“Já comecei a perceber umas coisas estranhas antes da música do Emicida. Comecei a perceber um olhar e umas piadas específicas. Como você está com a pessoa há muitos anos, você consegue entender o olhar da pessoa. Eu comecei a entender o olhar dele. A gente tinha um combinado. Eu falei para ele: ‘sei que vai ser difícil bater a carência. Vai ao banheiro, tomar banho gelado, se resolve, mas não me expõe, não me sacaneia’. Aí, vi a cara dele: ‘Ah, meu Deus, o banheiro é para o outro lado’. Quando ele falou: ‘baiana, você me bagunçou’, eu falei: ‘filha da mãe!. E teve um momento lá que ela (Pitel) falou: ‘você teve um momento desse e se safou’, se referindo à traição e a terapia que ele fez. Aí eu saquei, fiquei p$#@. Até aí, eu ia ficar na minha. Mas aconteceu o que eu não queria que acontecesse: de eu ser chamada de corna na rua”, completou.




07/04/2024 – Manhã da Diário

COMPARTILHE

SEGUE A @MANHADADIARIO

(96) 99122-6978

contato@manhadadiario.com.br

NO AR:
MD DIGITAL - MANHÃ DA DIÁRIO